Menu Conteúdo Rodapé
  1. Início
  2. Notícias
  3. ISP da UKB realiza a sua IV Conferência Científica

ISP da UKB realiza a sua IV Conferência Científica

  2019-10-14       destaque     UKB

Img:

Caiu o pano sobre IV Conferência Científica do Instituto Superior Politécnico (ISP) da Universidade Katyavala Bwila (UKB), subordinada ao lema “A Engenharia e a Inovação Tecnológica como Factor de Desenvolvimento”, que arrancou na manhã de 10 de Outubro, na Mediateca de Benguela.
O evento que teve a duração de dois dias, reuniu no mesmo espaço docentes, investigadores, especialistas, discentes e convidados provenientes de várias Instituições do Ensino Superior (IES) sedeadas na II Região Académica e de outros quadrantes do país e teve como objectivo proporcionar um espaço de debate científico, por formas a permitir um intercâmbio de experiências relacionadas às diversas áreas da engenharia e desta forma permitir a divulgação de resultados obtidos em investigações científicas.
O evento que foi prestigiado pela presença do Secretário de Estado para a Ciência, Tecnologia e Inovação do Ministério do Ensino Superior, Ciência, Tecnologia e Inovação (MESCTI), Professor Doutor Domingos da Silva Neto e do Magnífico Reitor (MR) da UKB, Professor Doutor Albano Vicente Lopes Ferreira. O discurso de abertura coube ao Professor Doutor Valente Muhongo, na qualidade de Decano do ISP. Na sua intervenção afirmou, entre outras coisas, que “as localidades da nossa região académica, em particular, e do país em geral, necessitam de disponibilidades de capacidades e agilidades técnicas para a transformação da realidade. O curso de Engenharia Mecânica, Ciências da Computação e de Gestão Logística dos Transportes do ISP/UKB vão dando mais argumentos aos formandos para sua segura inserção nas actividades produtivas, caracterizadas pelas variadas técnicas e isto sem falta contribuirá para o aumento da produção e da produtividade das empresas dos nossos parques industriais e instituições”. Fim de citação.
Por seu lado convidado a intervir, o Reitor da UKB afirmou que “nós queremos e temos a expectativa de ver a universidade muito mais integrada nos planos e processos de desenvolvimento nacional numa perspectiva imediata e não numa perspectiva de médio/longo prazo entendida como tempo que demora os nossos engenheiros e técnicos a serem formados, porque o desenvolvimento não vem apenas pela universidade”.
A cooperação institucional viu-se reforçada com a presença de gestores, especialistas do ramo empresarial, industrial e académicos que apresentaram numa mesa redonda, a temática “Fortalecimento da relação Universidade/empresa”. Este debate trouxe à reflexão dos presentes a importância e os objectivos duma cooperação entre a universidade e as empresas; Sua influência e/ou papel no contexto da inovação tecnológica do país; Seus benefícios e/ou vantagens para a empresa para a universidade e para a sociedade (contributo para o desenvolvimento da sociedade).
Entre os oradores da mesa redonda destacam-se os senhores Gilson Kapequela (representante da Lobinave), Guilherme Paiva (Director Geral da Cimenfort), Pedro José (representante do Porto do Lobito) e Juliano Nascimento (representante do ISP).
O primeiro dia de trabalhos contou com de mais de 250 pessoas, e no segundo dia participaram 180 pessoas.
A conferência magistral coube ao Secretário de Estado para a Ciência, Tecnologia e Inovação do Ministério do Ensino Superior, Ciência, Tecnologia e Inovação (MESCTI), Professor Doutor Domingos da Silva Neto e esteve subordinada ao tema: pesquisa científica em engenharia. Como e onde pesquisar? Onde publicar? Teve como a moderadora a Vice-Decana para Área Científica do ISP, Engenheira Elda Jael Paulo.
Durante os dois dias foram apresentadas 32 comunicações subordinadas aos seguintes painéis: Painel I sobre a temática – Recursos naturais, Infra-estrutura e meio ambiente: Painel II – Engenharia mecânica, automática e energia; Painel III – Sistemas de informação, tecnologias emergentes e desenvolvimento sustentável; Painel IV – Segurança alimentar, Agricultura sustentável e técnicas de produção; e Painel V – Engenharia e sociedade.
O evento contou com cerca de 70 prelectores provenientes das províncias de Luanda em representação de varies instituições, nomeadamente: Centro Tecnológico Nacional e UNIA Semedo; Instituto Superior Politécnico do Kuanza-Sul, Escola Superior Pedagógica do Bie, Instituto Superior Politécnico Piaget de Benguela, Faculdade de Ciências Agrárias do Huambo, Academia da Força Aérea Nacional, Escola Técnica Agrária do Alto Kapaca (Cubal), Caminho de Ferro de Benguela e a empresa Evolium.
A IV conferência científica do ISP teve como público preferencial docentes, investigadores, especialistas, profissionais, estudantes e toda comunidade científica e se configurou num espaço de partilha de conhecimentos e intercambio entre IES e as empresas, onde os oradores socializaram as suas experiencias sobre as principais barreiras, oportunidades e factores motivadores de suas instituições.

   

 

Próximos eventos ver todos   agenda

Partilhar

Data da última atualização: 2019-10-14
As cookies utilizadas neste sítio web não recolhem informação pessoal que permitam a sua identificação. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.